Momento Polo

Polo realiza ciclo de paradas para manutenção

Programa - 01 -
Programa - 02 -
Programa - 03 -
Programa - 04 -

O Polo de Camaçari inicia em novembro mais um ciclo de paradas para manutenção de suas unidades industriais. O objetivo é garantir a integridade dos equipamentos, a confiabilidade dos sistemas operacionais, a segurança industrial, dos trabalhadores e das comunidades vizinhas ao Complexo, gerando também oportunidades de trabalho.

No total, são 1.450 postos de trabalho gerados em diversas campos de atividade, para caldeireiros, montadores, soldadores, eletricistas, pintores, vigilantes, dentre outras especialidades, dos quais mais de 70% selecionados na própria região do Complexo Industrial.

Vagas através do SINE/CIAT

O acesso às vagas disponíveis vem acontecendo desde o dia 3 de outubro através do Centro de Integração e Apoio do Trabalhador – CIAT, de Camaçari, e do Sistema Nacional de Emprego - SINE, de Dias D´Ávila.

Para o secretário de Desenvolvimento Urbano e Econômico de Camaçari, Djalma Machado, a parada do Polo para manutenção é de fundamental importância porque, além dos aspectos da segurança operacional, dinamiza a economia local, aquece os mais variados setores de serviços e traz também oportunidade para contratação da mão de obra especializada nos municípios vizinhos ao Complexo: “Nós temos o Centro de Integração e Apoio ao Trabalhador, que está totalmente à disposição na parceria entre o poder público e as empresas do Polo, através do Cofic, para que toda a intermediação de mão de obra aconteça através do CIAT”, afirma.

O secretário de Desenvolvimento Econômico de Dias D´Avila, Jerônimo Couto, por sua vez, assegura que “o Sine local está disponível para atender à demanda da parada do Polo Industrial de Camaçari, de acordo com a parceria estabelecida entre o Cofic, as empresas contratadas e a Prefeitura de Dias D´Ávila, no sentido de atender os trabalhadores do nosso município”.

Prioridade aos municípios vizinhos

Segundo Luiz Fontenelli, gerente operacional da Manserv, empresa prestadora de serviços de manutenção no Complexo Industrial, a estratégia utilizada para atender as necessidades de mão-de-obra na parada foi ampliar fortemente a contratação local, através do SINE/CIAT, para dar prioridade às pessoas dos municípios vizinhos ao Polo. “São profissionais das áreas de caldeiraria e soldagem, com experiência em manutenção de equipamentos e tubulações”, explica.

Adriano Oliveira, gerente de serviços da Priner Serviços Industriais, compartilha desse mesmo entendimento, quanto à absorção da mão-de-obra local: “Para estes eventos utilizaremos profissionais das atividades de pintura industrial, isolamento térmico e andaimes, com experiência na indústria química e petroquímica. A nossa estratégia das contratações tem sido de disponibilizar as vagas através do sistema CIAT e SINE, o que reforça dessa forma nosso compromisso com as comunidades onde os serviços estão sendo realizados”.

Além de aumentar a confiabilidade operacional e a segurança, as paradas programadas para manutenção das unidades industriais do Polo de Camaçari visam também promover o avanço tecnológico, bem como a implementação de projetos específicos de expansão de capacidade produção. Os investimentos previstos giram em torno de R$ 706 milhões apenas neste segundo semestre de 2016, envolvendo unidades industriais da cadeia química e petroquímica.

EMPRESAS REALIZAM EXERCÍCIO SIMULADO NO POLO INDUSTRIAL DE CAMAÇARI

Realiza-se neste momento um exercício simulado para controle de emergência no Polo de Camaçari. Cerca de 18 mil trabalhadores diretos e contratados de cerca de 60 empresas que operam no Complexo Industrial participam do treinamento.

Um exercício simulado, sem aviso prévio, está sendo realizado neste momento (às 9h30, dia 04/10/2017, no Polo industrial de Camaçari. Coordenado pelo Cofic – Comitê de Fomento Industrial de Camaçari, através de sua Comissão de Segurança Industrial (Cosima), e EDN Unigel, localizada no Complexo Básico, o treinamento tem por objetivo avaliar os procedimentos coletivos de segurança do Complexo Industrial, especialmente no que tange ao acionamento e utilização dos recursos técnicos disponíveis do Plano de Auxílio Mútuo – PAM e do Plano de Atendimento Médico Emergência - PAME, para controle de situações de emergência.

O treinamento teve início na EDN Unigel, com a simulação de um vazamento de substância química (benzeno), quando foram acionados os alarmes de segurança. As primeiras ações para controle da emergência estão sendo coordenadas pela própria EDN que, em seguida, acionará, através do sistema de rádio, o Plano de Auxílio Mútuo do Polo (PAM), solicitando ajuda das demais empresas que operam no Complexo Industrial.

Por se tratar de uma “emergência” de grande porte, a EDN Unigel procederá a evasão de todos os seus empregados para pontos de encontro seguros, recomendando às demais empresas do Polo que adotem o mesmo procedimento. Cerca de 18 mil pessoas, entre empregados diretos e contratados, serão orientadas por profissionais de segurança e coordenadores de evasão, deslocando-se a pé para pontos de apanha distribuídos em vários locais do Complexo Industrial, onde permanecerão até o final da emergência.

BLOQUEIO DE VIAS

Para garantir a segurança das pessoas envolvidas no exercício simulado e facilitar o deslocamento das viaturas de combate a incêndio e ambulâncias, as vias de acesso ao Polo (Axial, Parafuso, Canal de Tráfego, Ligação, Perimetral e Frontal) estarão bloqueadas até as 11h30min, horário previsto para o final do simulado.

O treinamento envolve mais de 150 técnicos, brigadistas e profissionais da área médica, 30 viaturas de combate a incêndio, 20 ambulâncias. Conta ainda com o apoio da Polícia Militar(12º Batalhão, 36ª Companhia de Polícia e Companhia Independente de Policiamento Especializado - CIPE), Polícia Rodoviária Estadual, Samu, Sistema de controle de Trânsito de Camaçari, Corpo de Bombeiros, representes do Conselho Comunitário de Camaçari e Dias d´Ávila e do Nudec – Núcleo de Defesa Comunitária, Defesa Civil dos dois municípios, dentre outros envolvidos. O Nudec foi criado pelo Cofic com o propósito de facilitar a comunicação entre o Polo e as comunidades vizinhas em situações de emergência.

Este é o 21º exercício simulado de evasão geral das empresas do Polo e o 15º realizado sem aviso prévio. Ao longo do ano, treinamentos similares são realizados individualmente pelas empresas ou grupo de empresas vizinhas, com o mesmo propósito de avaliar o funcionamento dos sistemas de segurança e o nível de entrosamento das equipes técnicas.

O Polo de Camaçari investe, em média, R$ 200 milhões anualmente em programas de segurança industrial, saúde ocupacional e proteção ambiental, incluindo aquisição de viaturas de combate a incêndio, ambulâncias, treinamento de pessoal, monitoramento ambiental, Equipamentos de Proteção Individual, melhoria nos serviços de atendimento médico de emergência, dentre outros itens. A prevenção de acidentes é uma das prioridades do Complexo Industrial, que estimula a atuação integrada das áreas de segurança, saúde e meio ambiente para o controle de emergências.

 

Para esclarecimentos adicionais, favor contatar:

Érico Oliveira/Superintendência de Desenvolvimento e Comunicação
71 3634-3404 /3634-3405 

Antonio Moreno/ Companhia de Comunicação 
71 988921119

04.10.2017

 

Comitê de Fomento Industrial de Camaçari - COFIC
Rod. BA 512, Km 1,5 - Fazenda Olhos D'Água - Camaçari-BA. - Cep. 42810-440
Fone: (71) 3634-3400 - Fax: (71) 3634-3406

© 2009 - 2017 Cofic - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Pinet Web Solutions

Caso não consiga visualizar o arquivo clique no link ao lado para efetuar o download: download do PDF.