Momento Polo

Polo realiza ciclo de paradas para manutenção

Programa - 01 -
Programa - 02 -
Programa - 03 -
Programa - 04 -

O Polo de Camaçari inicia em novembro mais um ciclo de paradas para manutenção de suas unidades industriais. O objetivo é garantir a integridade dos equipamentos, a confiabilidade dos sistemas operacionais, a segurança industrial, dos trabalhadores e das comunidades vizinhas ao Complexo, gerando também oportunidades de trabalho.

No total, são 1.450 postos de trabalho gerados em diversas campos de atividade, para caldeireiros, montadores, soldadores, eletricistas, pintores, vigilantes, dentre outras especialidades, dos quais mais de 70% selecionados na própria região do Complexo Industrial.

Vagas através do SINE/CIAT

O acesso às vagas disponíveis vem acontecendo desde o dia 3 de outubro através do Centro de Integração e Apoio do Trabalhador – CIAT, de Camaçari, e do Sistema Nacional de Emprego - SINE, de Dias D´Ávila.

Para o secretário de Desenvolvimento Urbano e Econômico de Camaçari, Djalma Machado, a parada do Polo para manutenção é de fundamental importância porque, além dos aspectos da segurança operacional, dinamiza a economia local, aquece os mais variados setores de serviços e traz também oportunidade para contratação da mão de obra especializada nos municípios vizinhos ao Complexo: “Nós temos o Centro de Integração e Apoio ao Trabalhador, que está totalmente à disposição na parceria entre o poder público e as empresas do Polo, através do Cofic, para que toda a intermediação de mão de obra aconteça através do CIAT”, afirma.

O secretário de Desenvolvimento Econômico de Dias D´Avila, Jerônimo Couto, por sua vez, assegura que “o Sine local está disponível para atender à demanda da parada do Polo Industrial de Camaçari, de acordo com a parceria estabelecida entre o Cofic, as empresas contratadas e a Prefeitura de Dias D´Ávila, no sentido de atender os trabalhadores do nosso município”.

Prioridade aos municípios vizinhos

Segundo Luiz Fontenelli, gerente operacional da Manserv, empresa prestadora de serviços de manutenção no Complexo Industrial, a estratégia utilizada para atender as necessidades de mão-de-obra na parada foi ampliar fortemente a contratação local, através do SINE/CIAT, para dar prioridade às pessoas dos municípios vizinhos ao Polo. “São profissionais das áreas de caldeiraria e soldagem, com experiência em manutenção de equipamentos e tubulações”, explica.

Adriano Oliveira, gerente de serviços da Priner Serviços Industriais, compartilha desse mesmo entendimento, quanto à absorção da mão-de-obra local: “Para estes eventos utilizaremos profissionais das atividades de pintura industrial, isolamento térmico e andaimes, com experiência na indústria química e petroquímica. A nossa estratégia das contratações tem sido de disponibilizar as vagas através do sistema CIAT e SINE, o que reforça dessa forma nosso compromisso com as comunidades onde os serviços estão sendo realizados”.

Além de aumentar a confiabilidade operacional e a segurança, as paradas programadas para manutenção das unidades industriais do Polo de Camaçari visam também promover o avanço tecnológico, bem como a implementação de projetos específicos de expansão de capacidade produção. Os investimentos previstos giram em torno de R$ 706 milhões apenas neste segundo semestre de 2016, envolvendo unidades industriais da cadeia química e petroquímica.

Defesa Civil realiza com êxito simulado no bairro do Bomba, em Camaçari

A Defesa Civil de Camaçari realizou com êxito, na última sexta-feira (18.11) um simulado de emergência envolvendo os moradores do bairro do Bomba, no entorno do Complexo Industrial. O treinamento, realizado entre 15 e 16 horas, teve o objetivo de preparar a comunidade para agir com segurança em uma eventual situação de emergência “nível 4” ,no Polo, que requeira a evasão de moradores de uma suposta área de risco para um local seguro.

O simulado é um dos procedimentos preventivos do Plano de Emergência da Comunidade (PEC) e contou com o apoio do Núcleo de Defesa Comunitária (Nudec), das secretarias de Educação, Saúde, Transportes, Meio Ambiente, Polícia Militar, STT, Samu, do Comitê de Fomento Industrial de Camaçari (Cofic), empresas do Polo, dentre outros parceiros.

Para realização do simulado, reuniões preparatórias procuraram envolver os moradores do Bomba, líderes comunitários, professores e alunos das escolas públicas situadas no bairro, além de representantes do Cofic, Nudec e de diversas secretarias do município. Os encontros foram coordenados pela Defesa Civil de Camaçari, contando com o suporte técnico do Cofic. 

Segundo Paulo Ribeiro, especialista em segurança e consultor do Cofic para o PEC (Plano de Emergência da Comunidade), o simulado contou com a participação de aproximadamente 500 famílias, além de alunos e professores de duas escolas do bairro: a Escola Municipal do Natal e a creche CIEI - Centro Integrado de Educação Infantil.  A ênfase na participação da comunidade escolar foi justificada por Ribeiro: “Procuramos ampliar o número de estudantes e escolas envolvidas porque, assim, aumentamos também a quantidade de multiplicadores nas ações previstas no PEC, principalmente crianças e jovens, que têm maior capacidade de influenciar suas famílias".

“Os simulados na comunidade constituem passos fundamentais para o alinhamento do PEC com a Defesa Civil, que se apropriará do diagnóstico prévio de cada bairro e do planejamento para evasão. Por meio dos simulados, são testados instrumentos de comunicação e também os procedimentos práticos de atuação da Defesa Civil dos municípios vizinhos ao Polo, dos voluntários do Nudec e demais parceiros envolvidos. Esses treinamentos são de grande importância para o aprimoramento do PEC e da atuação da Defesa Civil dos municípios de Camaçari e Dias d'Ávila”, afirma o especialista em Segurança.

Atualizado recentemente em seus procedimentos, com a participação da Defesa Civil de Camaçari e Dias d´Ávila e também do Nudec, o PEC define estratégias e ações operacionais para uma atuação coordenada da Defesa Civil no processo de evasão das comunidades, em casos de acionamento do Plano de Emergência da Comunidade. 

O PEC tem como meta uma integração cada vez mais forte com a Defesa Civil de Camaçari e Dias d´Ávila, que deve atuar sempre em articulação com outras instituições importantes, entre as quais diversas secretarias municipais, Polícia Militar, Samu, STT e Corpo de Bombeiros.

Assessoria de Imprensa

Companhia de Comunicação

Tels: 3247-5851/8892-1119 (Antonio Moreno)

Assessoria Superintendência de Comunicação do Cofic
Tel.: 3634-3404

SSa. 19.11.2016



Fotos: simulado realizado no bairro do Bomba
Crédito: Vaner Casaes.

Comitê de Fomento Industrial de Camaçari - COFIC
Rod. BA 512, Km 1,5 - Fazenda Olhos D'Água - Camaçari-BA. - Cep. 42810-440
Fone: (71) 3634-3400 - Fax: (71) 3634-3406

© 2009 - 2017 Cofic - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Pinet Web Solutions

Caso não consiga visualizar o arquivo clique no link ao lado para efetuar o download: download do PDF.