Bracell contribui para o meio ambiente com novas áreas de reservas naturais

A Bahia amplia a área das Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPNs). Isso porque no Dia Internacional do Meio Ambiente (5 de junho), a Bracell firmou junto aos órgãos ambientais a criação de mais quatro novas RPPNs. Somadas às cinco unidades criadas em fevereiro, a empresa se tornou proprietária de quase 8 mil hectares de reservas particulares nos biomas Mata Atlântica e Caatinga, incluindo as duas maiores RPPNs do litoral norte, a Subaumirim Gleba A, com 1.607 hectares, e a Lontra, com 1.377 hectares. 

A RPPN Lontra é o único posto avançado de Reserva da Biosfera da Mata Atlântica pertencente a uma empresa privada e reconhecida pela Unesco como um dos 10 postos avançados da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica. “Trata-se de um instrumento poderoso de conservação e biodiversidade. O Inema fica muito satisfeito porque esta é uma iniciativa do empreendedor, não é uma coisa impositiva”, afirma Márcia Telles, diretora-geral do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), Márcia Telles.

“A nossa responsabilidade com o meio ambiente é proporcional à seriedade dos nossos negócios. Produzimos na Bahia celulose solúvel especial com um grau de pureza muito alto, sendo um dos líderes globais no segmento”, afirma Bruno Félix, gerente sênior da Bracell Florestal Bahia. Ele ressalta que a área de 60.600 hectares da Bracell destinada à preservação corresponde a cerca de 40% do total das propriedades e é o dobro do que determina a legislação ambiental brasileira.  

Manual de animais silvestres
Além de anunciar a ampliação das RPPNs, a  Bracell lançou no dia 5 de junho o Manual de Avistamento de Animais Silvestres, com referências de algumas das centenas de espécies de mamíferos, aves e répteis encontrados nas áreas de reserva e de plantios de eucalipto. Dentre as espécies catalogadas, estão a surucucu pico-de-jaca (Lachesis muta), a maior serpente peçonhenta das Américas, podendo atingir até 4,5 metros, e também o briba de folhiço (Coleodactylus meridionalis), um dos menores lagartos do mundo.

O manual é um dos frutos do programa de monitoramento, iniciado em 2014. “Graças a esta iniciativa, já identificamos em nossas propriedades 801 espécies nativas, sendo 452 da fauna e 349 da flora”, informa o biólogo Igor Macedo, especialista ambiental e coordenador do Programa de Monitoramento da Biodiversidade para a Conservação da Fauna e Flora. Segundo ele, o trabalho é executado com métodos e ferramentas específicos para o monitoramento de características bioindicadoras da flora, herpetofauna (répteis e anfíbios), avifauna (aves) e mastofauna (mamíferos). 

Além de fotos, o manual traz informações básicas sobre habitat, alimentação, reprodução, comportamento, status de conservação, períodos de atividade e potenciais riscos de acidente no contato com as pessoas. O manual é também fonte de curiosidades sobre a fauna da nossa região. O novo Manual de Avistamento de Animais Silvestres está disponível gratuitamente para o público no site da Bracell.

COFIC DIGITAL - EMPRESAS PATROCINADORAS
PROGRAMAS COFIC
Rod. BA 512, Km 1,5 - Fazenda Olhos D'Água - Camaçari-BA. - Cep. 42810-440