Oxiteno define plano estratégico de sustentabilidade para 2030 com soluções de melhor performance

Mesmo diante das adversidades da pandemia e com os desafios enfrentados pela indústria química em 2019, afetada pela acentuada queda de preços no mercado internacional de commodities petroquímicas, pela desaceleração da economia mundial e pela guerra comercial entre China e Estados Unidos, a Oxiteno adotou uma série de medidas a fim de levar aos seus clientes soluções de melhor performance e menor impacto ambiental. Em Camaçari, por exemplo, teve início a operação da nova subestação de energia elétrica que, além de melhorar a eficiência de consumo, trará ganhos financeiros para a companhia, já que a unidade pode atuar no mercado livre de energia, o que deverá representar uma economia anual de aproximadamente R$ 12 milhões. As informações estão no recém-divulgado Relatório de Sustentabilidade 2019 da empresa, que também já estabeleceu o seu Plano Estratégico de Sustentabilidade para 2030, conectado com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável estabelecidos pela ONU.

“Apostamos, cada vez mais, na tecnologia. O desafio que assumimos para 2020 de montar um laboratório com foco em análise de dados, inteligência artificial e robotização de processos é um exemplo disso. Também investimos em soluções mais inovadoras e sustentáveis, pois temos consciência da importância da companhia para diversos setores da economia”, ressalta Márcio Lauria, gerente de HSE, Qualidade e Sustentabilidade da Oxiteno.

No Relatório de Sustentabilidade 2019 da Oxiteno, destaque para as iniciativas em prol do meio ambiente, como o tratamento e monitoramento de 100% dos efluentes gerados (1,70 m3/t); o aproveitamento de gases residuais de efeito estufa – que reduziu em 15,4% as emissões totais da Oxiteno, aproximando a companhia da meta estabelecida para 2030 (redução de 25%) – e o encaminhamento de 82% dos resíduos das operações do Brasil para reciclagem.

Além disso, desde 2019 a Oxiteno monitora mensalmente as emissões de suas operações por meio do programa Monitoramento e Redução de Gases do Efeito Estufa (GEE). As principais fontes de emissão da empresa são provenientes da geração de vapor, da produção de óxido de eteno e do consumo de energia elétrica. Para reduzir as emissões na fabricação de óxido de eteno, os gases produzidos são comercializados e utilizados como matérias-primas em outros processos produtivos. Em 2019, a venda na unidade de Camaçari foi de 44.588 toneladas de CO2 para a White Martins.

Comunidades

A Oxiteno investe em projetos com foco educacional, selecionados por um comitê interno que avalia todas as solicitações de patrocínios, doações e investimentos, destinando recursos aos mais aderentes ao objetivo da companhia de ampliar as oportunidades e ajudar a expandir as fronteiras dos cidadãos. Em 2019, foram investidos R$ 847 mil em programas como o Baú das Artes, que distribui recursos pedagógicos. Considerando todas as iniciativas da companhia, foram mais de 8.600 estudantes beneficiados, em 24 escolas, incluindo escolas de Camaçari. A empresa participa também ativamente de iniciativas sociais em Camaçari promovidas pelo Cofic.

Funcionários

Tendo o capital humano como o seu principal ativo, a Diretoria de Recursos Humanos da Oxiteno criou, em 2019, programas focados em evoluir a cultura organizacional da empresa e preparar seus líderes e talentos em novas competências. Durante o ano, a companhia ofereceu mais de 58 mil horas de treinamento e capacitação dos funcionários, com uma média de 29 horas por empregado e investimentos de aproximadamente US$ 1 milhão, diversificados em pilares técnicos, mandatórios, comportamentais e para desenvolvimento da liderança. Ainda com foco em educação corporativa, foi lançada uma plataforma de treinamentos online com acesso mobile e com novos conteúdos em três idiomas. Segundo a companhia, 166 colaboradores tiveram acesso ao subsídio de idioma no último ano e mais de 50 possuem o subsídio educacional para graduação ou pós-graduação/MBA.

Panorama para 2020

Em 2020, a empresa continua com a implementação de sua estratégia, adequando seu dia a dia para atender aos desafios apresentados pela Covid-19. Durante a pandemia, a companhia, além de adotar as medidas de distanciamento nas fábricas e home office para praticamente 100% do pessoal administrativo, está promovendo uma série de ações para zelar pelo bem-estar de seus funcionários. Entre elas estão o oferecimento de assistência psicológica por meio de uma empresa parceira, para colaboradores e seus familiares, em todos os países em que a empresa atua, além da antecipação da campanha de vacinação contra a gripe – importante para que o sistema de saúde consiga diferenciar pacientes com Covid-19 de outros que estão gripados.

A Oxiteno está realizando, ainda, uma videoconferência semanal com o seu CEO, João Parolin, e a diretora de Recursos Humanos, Simone Albuquerque, a fim de atualizar os times sobre as medidas adotadas pela empresa. Além disso, há o envio de um boletim digital semanal específico sobre o tema e foram implementados canais – e-mail e chat – pelos quais os colaboradores podem tirar suas dúvidas sobre a doença.

De acordo com Márcio Lauria, o compromisso da Oxiteno com o bem-estar de seus funcionários e da sociedade se reforça durante a pandemia. “Nossos produtos abastecem setores diretamente ligados ao combate da doença, como o de limpeza doméstica e cuidados pessoais.  Adicionalmente, a empresa, juntamente com o Grupo Ultra, atua em diversas frentes para oferecer suporte neste período difícil de pandemia, com doações de materiais, equipamentos e EPIs para profissionais de saúde e hospitais, cestas básicas para comunidades carentes, e produtos, como glicerina para a fabricação de álcool glicerinado a 80% (que tem ação antisséptica), além de verba para fabricação de máscaras para o principal hospital da região em que está localizado seu centro de pesquisa e desenvolvimento nos Estados Unidos ”, afirma.

Objetivos para 2030

As iniciativas colocadas em prática durante 2019 e reforçadas ao longo deste ano se relacionam ao planejamento a longo prazo da companhia. O Plano Estratégico de Sustentabilidade 2030 se conecta com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), estabelecidos pela ONU, e busca colaborar para que a Oxiteno seja cada vez mais sustentável.
Entre os objetivos estabelecidos para o período estão:

  • Econômico: Gerar valor aos acionistas por meio de retornos financeiros superiores ao custo do capital empregado;
  • Meio Ambiente: Estar entre as referências para a indústria química em Meio Ambiente nos países de atuação da Oxiteno com performance de classe mundial;
  • Segurança: Estar entre as referências da indústria química em termos de segurança com performance de classe mundial;
  • Segurança do Produto: Desenvolver produtos mais seguros para as pessoas e meio ambiente e fornecer suporte aos clientes para seu uso;
  • Valorização da Força de Trabalho: Desenvolver um modelo de gestão que gere resultados superiores, valorize as pessoas e promova a evolução do ambiente de trabalho;
  • Portfólio de Produtos: Desenvolver soluções alinhadas às necessidades da sociedade, em parceria com os clientes e com impacto ambiental e social positivo;
  • Cadeia de Fornecimento: Promover a sustentabilidade na cadeia de suprimentos da Oxiteno. Criar relacionamentos comerciais estáveis e de longo prazo com os parceiros;
  • Ética, Transparência e Integridade: Sustentar a Cultura de Ética e Compliance com integridade e transparência de gestão.

Sobre a Oxiteno

A Oxiteno é líder na produção de tensoativos e especialidades químicas na América Latina. Nascida em 1973, na cidade de São Paulo, a companhia tem como propósito contribuir para o bem-estar das pessoas por meio da química e investe em pesquisa e desenvolvimento para oferecer soluções inovadoras e alinhadas aos objetivos de negócio de seus clientes. A empresa está presente em oito países das Américas, Europa e Ásia e conta com 11 unidades industriais no Brasil, Estados Unidos, México e Uruguai, além de três centros de P&D e oito escritórios comerciais na Argentina, Bélgica, China e Colômbia. No Brasil, possui fábricas nas cidades de Suzano (SP), Tremembé (SP), Triunfo (RS) e no Polo Petroquímico de Mauá (SP) e Polo Industrial de Camaçari (BA).

COFIC DIGITAL - EMPRESAS PATROCINADORAS
PROGRAMAS COFIC
Rod. BA 512, Km 1,5 - Fazenda Olhos D'Água - Camaçari-BA. - Cep. 42810-440