Ford desenvolve composto para uso com biodiesel

A Ford desenvolveu um novo composto de borracha para tubulações de veículos que utilizam biodiesel. O material tem características técnicas próprias para esse combustível e sai pela metade do custo do similar importado. Ele foi criado pela área de engenharia de materiais do centro de desenvolvimento do produto da marca no Polo de Camaçari e já gerou duas patentes nos Estados Unidos, estando em processo de registro no Brasil, na China e na Europa. 

Em 2017, a área começou a pesquisar materiais alternativos e desenvolveu o novo composto de borracha, o PVC/NBR condutivo. Esse trabalho rendeu ao time três premiações de inovação da Ford. Uma das fórmulas patenteadas tem como componente o grafeno. Outra usa a sílica obtida a partir da cinza de casca de arroz. As primeiras peças feitas com o novo material têm previsão de chegar ao mercado em 2020. A produção em escala é favorecida pela abundância de matéria-prima, já que o Brasil é o maior produtor de arroz fora da Ásia.

“Com essa inovação, a Ford reafirma o compromisso de entregar produtos de qualidade e economicamente viáveis para o mercado da América do Sul”, diz Cristiane Gonçalves, supervisora de Engenharia de Materiais da Ford. “Esse projeto está alinhado ao pilar de sustentabilidade da empresa, tanto pelo uso do biocombustível, como pelo emprego de materiais renováveis e redução de rejeitos, ajudando a construir um mundo melhor.”

COFIC DIGITAL - EMPRESAS PATROCINADORAS
PROGRAMAS COFIC
Rod. BA 512, Km 1,5 - Fazenda Olhos D'Água - Camaçari-BA. - Cep. 42810-440